Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que haverá segundo turno para presidente no Brasil em 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 31.03.2021 08:20h
Intrigas políticas

"Coroné" e "Zé Mané": Carlos Bolsonaro e Cid Gomes trocam provocações

 

Após a reforma ministerial promovida pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nessa segunda-feira (29/03), o filho 02 do presidente e vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (DEM), usou as redes sociais para provocar o senador Cid Gomes (PDT-CE). (Foto ilustração: Cid Gomes e Carlos Bolsonaro)

“O coroné que jogou uma retroescavadeira para cima de policiais, mulheres e crianças falando de surtos totalitários. Esse é o Brasil!”, escreveu o vereador.

Mais cedo, o senador afirmou que apresentou um requerimento para que o ex-ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, esclareça os motivos de sua demissão.

“O Brasil não pode ficar sujeito às crises geradas a partir de surtos totalitários do presidente. É missão do Senado resguardar a democracia”, escreveu nas redes sociais.

Ao fazer o comentário, Carlos fez referência ao dia em que Cid foi baleado em um motim de policiais para reivindicar aumento salarial em Sobral (CE). O senador pilotava uma retroescavadeira e tentou furar um bloqueio feito por policiais no 3º Batalhão da Polícia Militar do município.

Em resposta ao filho do vereador, Cid chamou Carlos de “Zé Mané”. “Se eu fosse coronel, o despreparado e tresloucado do teu pai bateria continência pra mim e não estaria fazendo e falando tanta besteira”, respondeu o senador.

Entenda

Bolsonaro anunciou na segunda-feira (29/03) uma reforma ministerial com seis trocas no primeiro escalão do governo. Entre elas, a troca do general da reserva Fernando Azevedo e Silva, que até então comandava a pasta da Defesa.

Nesta terça-feira, o Ministério da Defesa informou que os comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica deixaram seus cargos. Eles estavam reunidos desde o início da manhã para deliberar sobre a demissão conjunta. (em.com.br) 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
Magno Felzemburg - Consumidor
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2022

2021

2020

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia