Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você é a favor da terceira dose de vacina contra a covid - 19?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 13.10.2021 05:50h
CPI da Covid-19

CPI não terá terceiro depoimento de Queiroga para evitar "palanque", diz Aziz

 

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado, Omar Aziz (PSD-AM), afirmou nesta terça-feira que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga (foto ilustração), não deverá mais prestar seu terceiro depoimento ao colegiado, para evitar que a oitiva seja transformada em um "palco".

Para o senador, a guinada no discurso do ministro da Saúde, que no primeiro depoimento à CPI defendeu o uso de máscaras e de medidas preventivas não farmacológicas, como o distanciamento físico, deve-se a pretensões eleitorais e não encontrará respaldo na comissão.

"Não terá esse terceiro depoimento, não para a gente. Foi cancelada a ida dele", disse o presidente da CPI à Reuters.

"Hoje ele é um Pazuello de bata branca. Ele virou 'um manda o outro obedece', ele não tem mais condições tecnicamente como médico, como profissional da área da Saúde, de falar pelo ministério, não com ele falando tanta atrocidade", acrescentou o senador, referindo-se ao ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que chegou a dizer à CPI que limitava-se a cumprir as ordens do presidente Jair Bolsonaro.

Aziz cita como exemplos recentes da mudança de tom de Queiroga o fato de ele declarar ser contra a obrigatoriedade do uso de máscaras e a decisão da pasta de suspender temporariamente a vacinação de jovens.

"Vai querer usar um palanque daquele para o voto bolsonarista. Para crescer politicamente e ser candidato ao Senado na Paraíba. Ele não vai ter esse palco", afirmou o presidente da CPI. (Reportagem de Maria Carolina Marcello)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Genesio Serafim - Loja de vete
 
Lindiomar - Cerveja
 
Tinga - material eletrico
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2021

2020

2019

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia