Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que haverá segundo turno para presidente no Brasil em 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 14.05.2022 10:08h
Feira de Santana

Professor Ivamberg rebate comentário de Colbert sobre Ideb

 

O Índice da Educação Básica (Ideb) foi tema do discurso do vereador e presidente da Comissão de Educação, Professor Ivamberg (PT-foto ilustração), em que rebateu a fala do prefeito Colbert Martins de que as baixas notas seriam geradas pela “irresponsabilidade” dos professores. “Ontem o prefeito de Feira de Santana fez uma declaração sobre o Ideb. O que compõe o índice da educação básica são dois pontos: português e matemática, feita pela Prova Brasil ou Provinha Brasil, se for ensino fundamental, mais a frequência do aluno. Às vezes você tem uma boa nota, mas não tem a frequência. Para além do ensino, o grande desafio da escola é a permanência do aluno”, disse, citando o grande percentual de evasão escolar e a pandemia que gerou muitas ausências nos últimos dois anos.

Políticas de permanência

Para Ivamberg, é preciso se criar formas de manter o aluno dentro nas escolas, pois não há políticas públicas de permanência na rede municipal de ensino. “As escolas precisam melhorar na proficiência das suas disciplinas, mas precisam ter atrativos para que o aluno permaneça na sala de aula. Temos que desenvolver políticas públicas de permanência na escola e no município não temos visto isso, no Estado temos a bolsa permanência. Entendo que educação tem que ser feita em rede, porque a educação do município interfere na do estado, se não sempre teremos um índice da educação básica baixo e isso não é responsabilidade do professor diretamente”, destacou. (Daniela Oliveira)
  

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
Magno Felzemburg - Consumidor
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2022

2021

2020

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia