Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que haverá segundo turno para presidente no Brasil em 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 16.05.2022 13:20h
Recôncavo da bahia

Nesta terça: TCM julga contas de 2020 de ex-prefeito de Santo Amaro, Flaviano Bonfim

 

O ex-prefeito de Santo Amaro, Flaviano Rohrs da Silva Bonfim (foto ilustração), terá suas contas de 2020 julgadas nesta terça-feira (17), pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). O relator do processo será o conselheiro Raimundo Moreira.

As contas de 2020 são referentes ao último ano de gestão de Flaviano Bonfim. Segundo o TCM, o ex-prefeito de Santo Amaro teve as contas dos anos de 2017, 2018 e 2019 aprovadas, porém todas com ressalvadas.

Em 2017, segundo pesquisa ao TCM, Flaviano Bonfim teve, inicialmente, as contas rejeitadas. Mas devido uma divergência na sessão de votação, ele conseguiu a aprovação, porém com ressalvas. Ele foi multado nos valores de R$ 3 mil e R$ 29.304,00, esta última por não reduzir o montante da despesa total com pessoal.

2018

O ex-prefeito de Santo Amaro também teve as contas de 2018 aprovadas, mas com ressalvas. Ele foi multado pelo TCM em R$ 4 mil por várias irregularidades apontadas, entre elas, a não reposição às contas específicas do Fundeb, Royalties/Fundo Especial, CIDE, FIES e QSE.

Conforme determinação do conselheiro, Raimundo Moreira, o ex-prefeito Flaviano Bonfim deveria repor à conta do Fundeb, com recursos municipais, os valores de R$2.384.817,52 e R$2.422.547,43, decorrentes de despesas glosadas, respectivamente, no exercício de 2018 e em exercícios anteriores.

Com relação às contas específicas dos Royalties/Fundo Especial, CIDE, FIES e QSE, O ex-prefeito Flaviano Bonfim também deveria repor, com recursos municipais, os valores de R$ 773.825,73, R$ 113.783,44, R$ 51.043,36 e R$ 323.774,83.

2019

O julgamento das contas do ano de 2019 ocorreu de forma semelhante ao primeiro ano de sua gestão, em 2017. Inicialmente, Flaviano Bonfim teve as contas rejeitadas, mas devido a uma divergência entre os conselheiros, ele teve as contas aprovadas, porém com ressalvas.

Em 2019, por contas das ressalvas, ele foi multado pelo TCM em R$ 5 mil. Também foi determinada a restituição imediatamente, com recursos municipais, R$ 10 mil outros R$ 113.783,44 às contas do Fundeb e da CIDE.

Flaviano Bonfim esteve à frente da Prefeitura de Santo Amaro entre os anos de 2017 e 2020. Ele não conseguiu a reeleição após disputar com a atual prefeita, Alessandra Gomes (PSD), esposa do também ex-prefeito de Santo Amaro, Ricardo Machado (PT). 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
Magno Felzemburg - Consumidor
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2022

2021

2020

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia