Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que haverá segundo turno para presidente no Brasil em 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 21.05.2022 05:30h
Suprema Corte

STF forma maioria contra prazo para Lira analisar pedidos de impeachment de Bolsonaro

 

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) formaram maioria, nesta sexta-feira, contrária a uma ação que tentava fixar um prazo máximo para que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), analise os pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro. (Foto ilustração: Lira e Bolsonaro)

Em julgamento virtual iniciado na semana passada e previsto para encerrar nesta sexta, pelo menos oito ministros se manifestaram contra um pedido de parlamentares do PT para que Lira tivesse um prazo para fazer esse tipo de análise.

Atualmente, mais de 100 pedidos contra o chefe do Executivo aguardam análise de Lira.

Por ora, prevalece o voto da relatora da ação, ministra Cármen Lúcia, de que não há norma legal que estipule qualquer tipo de prazo para análise.

Outros sete ministros acompanharam-na, inclusive Alexandre de Moraes, Edson Fachin e Roberto Barroso.

Esse trio de magistrados tem sido alvo de duras críticas de Bolsonaro pela sua atuação. Moraes, em especial, é alvo de dois pedidos de investigação contra ele por suposto abuso de autoridade por Bolsonaro na condução do inquérito das Fake News.

O Supremo já rejeitou um deles e outro, remetido para a Procuradoria-Geral da República (PGR), deve ter o mesmo destino na semana que vem, conforme apurou a Reuters.

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
Magno Felzemburg - Consumidor
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2022

2021

2020

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia