Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que haverá segundo turno para presidente no Brasil em 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 21.05.2022 05:40h
Corrida presidencial

Valdemar diz que eleição pode acabar no 1º turno, relatam empresários

 

O presidente nacional do PL e um dos coordenadores da campanha à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL), Valdemar da Costa Neto (foto ilustração), disse na sexta-feira (20) durante almoço com empresários do grupo Esfera Brasil que a eleição presidencial deste ano pode acabar já no primeiro turno. Segundo relatos feitos à CNN por participantes do almoço, Valdemar declarou que o esvaziamento da terceira via poderá acarretar em um cenário de vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ou de Bolsonaro já no primeiro turno.

Ainda segundo fontes que estiveram no encontro, Valdemar disse acreditar na reeleição do presidente e que a vantagem do petista para Bolsonaro deverá diminuir a partir de julho devido a 40 inserções partidárias do PL que irão ao ar no rádio e na TV já em junho. Mas colocou a inflação como grande dificuldade para Bolsonaro na disputa deste ano.

Valdemar disse ainda que ideia central das inserções será promover realizações do governo Bolsonaro. Chegou a mencionar uma delas, o Pix, sistema de transferência bancária de recursos direto entre as pessoas. Para ele, ninguém sabe o que Bolsonaro fez e as inserções terão essa função, a ser complementada pelo horário eleitoral gratuito a partir de agosto.

O presidente do PL declarou também que o partido já mantém conversas com empresas para fiscalizar a eleição deste ano, conforme desejo do próprio Bolsonaro.
Valdemar mencionou ainda a situação de desvantagem de Bolsonaro no Nordeste, mas afirmou estar otimista principalmente com São Paulo e Rio de Janeiro. Declarou também que em Minas Gerais o cenário ainda está incerto para o presidente e é um dos focos da campanha agora é estruturar um bom palanque no estado, ainda mais após o acerto de Lula com Alexandre Kalil.

Valdemar também avaliou aos empresários que não aposta em grandes reformas ainda neste ano, mas que em um eventual novo governo Bolsonaro elas serão encaminhadas. Mencionou especificamente as reformas tributária e administrativa. Também apontou a possibilidade de que a pelo menos parte da Petrobras seja privatizada. (CNN) 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
Magno Felzemburg - Consumidor
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2022

2021

2020

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia