Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Deve ser proibido o uso de celular nas escolas?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 31.08.2022 14:45h
Eleição presidencial

Ipespe: Lula lidera com 43%; Bolsonaro tem 35%; Simone entra em empate técnico com Ciro

 

A 32 dias do primeiro turno, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém a liderança na disputa pelo Palácio do Planalto. É o que mostra pesquisa Ipespe, divulgada na manhã desta quarta-feira (31). O levantamento, encomendado pela XP Investimentos, é o primeiro feito pelo instituto após o início do período de campanha. (Foto ilustração: Lula, Bolsonaro, Ciro e Simone Tebet)

Segundo a pesquisa, realizada entre os dias 26 e 29 de agosto, Lula tem 43% das intenções de voto – oscilação negativa de 1 ponto percentual em relação ao último levantamento, feito em julho. Já o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, tem os mesmos 35% da pesquisa anterior.

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) também manteve seus 9% de intenções de voto do último levantamento – desempenho 2 pontos menor do que sua melhor marca, registrada pela última vez em outubro do ano passado.

Já a senadora Simone Tebet (MDB) oscilou positivamente de 4% para 5%, entrando em situação de empate técnico com Ciro Gomes pela primeira vez. A parlamentar dobrou seu apoio entre o eleitorado feminino, passando a 8%. O cientista político Felipe D’Avila tem 1% das intenções de voto, mesmo patamar registrado em julho.

Os nomes de Pablo Marçal (Pros) – que briga na justiça pelo direito de manter a candidatura –, Sofia Manzano (PCB), Soraya Thronicke (União Brasil), Roberto Jefferson (PTB), Vera Lúcia (PSTU) e Léo Péricles (UP) foram citados, mas não alcançaram 1% das intenções de voto. O candidato Constituinte Eymael (DC) constava na lista mas não foi citado por nenhum respondente.

Eleitores que dizem não votar em nenhum dos candidatos ou que declaram intenção de votar em branco ou nulo somam 4% dos entrevistados. Outros 2% não souberam ou optaram por não responder ao questionamento.

O levantamento mostra que Lula tem seu melhor desempenho entre as mulheres (46%), eleitores com idade entre 16 e 34 anos, com escolaridade até o Ensino Fundamental (50%), renda de até 2 salários mínimos (51%), do Nordeste (56%) e católicos (46%).

Já Bolsonaro tem seu melhor desempenho entre os homens (41%), eleitores com idade entre 35 e 54 anos (38%) e com 55 anos ou mais (37%), escolaridade com até Ensino Superior (40%), renda acima de 5 salários mínimos (42%), da região Sul (45%) e evangélicos (47%).

Considerando apenas votos válidos (ou seja, eleitores que declararam apoio a um dos candidatos citados), Lula tem 46% das intenções de voto, e Bolsonaro 38%. Já Ciro aparece com 10%, Simone com 5%, e D’Avila com 1%.

No cenário espontâneo (ou seja, quando nenhum nome de candidato é lido pelo entrevistador), a vantagem de Lula diminuiu. O petista manteve os 40% de levantamento anterior, mas Bolsonaro saltou de 30% para 34%. Já Ciro, Simone e D’Avila contam com o apoio de, respectivamente, 5%, 3% e 1%.

Segundo turno

O Ipespe fez cinco simulações de segundo turno. Em possível disputa entre Lula e Bolsonaro, cenário tido como mais provável pelos analistas políticos, o petista teria 53% das intenções de voto, contra 38% do atual presidente. A distância, agora em 15 pontos diminuiu 2 p.p. em comparação com julho.

No segundo cenário testado, Lula venceria Ciro Gomes por 53% contra 31%. Neste caso, a diferença caiu 4 pontos em relação ao último levantamento.

Lula também derrotaria Simone Tebet – neste caso, por 53% a 25% – também uma queda de 4 pontos na distância considerando a mesma base de comparação.

Já Bolsonaro seria derrotado por Ciro Gomes, por 48% a 42%. Contra Simone Tebet, o atual presidente aparece numericamente à frente, porém em situação de empate técnico: 43% a 41%.

Metodologia

O Ipespe realizou 2.000 entrevistas telefônicas, conduzidas por operadores, entre os dias 26 e 29 de agosto – portanto, capturou os efeitos do início das campanhas no rádio e na televisão e as sabatinas de Bolsonaro, Ciro, Lula e Simone ao Jornal Nacional, da TV Globo.

Já os impactos do primeiro debate entre os candidatos, realizado no domingo (28) se refletem parcialmente no levantamento, uma vez que parte das entrevistas foram realizadas antes.

A pesquisa está registrada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-04347/2022.

A margem de erro máxima é de 2,2 pontos percentuais para um nível de confiança estimado em 95,45%. Isso significa que, se o levantamento tivesse sido feito mais de uma vez exatamente nas mesmas condições, esta seria a probabilidade de o resultado se repetir dentro da margem de erro. (Por Marcos Mortari)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2024

2023

2022

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia