Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Deve ser proibido o uso de celular nas escolas?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 29.04.2023 06:00h
Governo Federal

Reajustes do salário mínimo devem ampliar custo do governo em R$18 bi até fim de 2024

 

Reajustes anunciados pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o salário mínimo devem gerar um custo de 18 bilhões de reais aos cofres do governo federal em 2023 e 2024, o que exigirá um esforço maior da equipe econômica para zerar o déficit das contas públicas como prometido. (Foto ilustração)

A estimativa considera parâmetros que orientam os gastos federais, já que aumentos do salário mínimo elevam despesas como aposentadorias, abono salarial, seguro-desemprego e Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Na quinta-feira, o governo confirmou que o piso nacional passará de 1.302 reais para 1.320 reais em maio e anunciou que vai propor a retomada da política permanente de reajuste real do salário mínimo no país a partir de 2024.

Neste ano, segundo dados do Orçamento, cada real de aumento no salário mínimo gera um custo líquido ao governo de 366,4 milhões de reais em 12 meses. Portanto, o impacto aproximado desse reajuste adicional de 18 reais ao longo de oito meses (maio a dezembro), é estimado em 4,4 bilhões de reais.

Para os aumentos feitos a partir de 2024, o governo anunciou que enviará ao Congresso um projeto de lei para retomar a política de valorização permanente, que foi interrompida pela gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro. A regra prevê que o salário mínimo será reajustado considerando a inflação do ano anterior e a variação do PIB de dois anos antes.

Com o avanço do PIB em 2022, de 2,9%, e a projeção do governo para o Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC) neste ano, de 5,16%, o salário mínimo teria um reajuste de 8,06% em janeiro do ano que vem. O valor passaria de 1.320 reais para 1.427 reais.

Nas diretrizes orçamentárias de 2024, o governo previu um patamar menor, de 1.389 reais, considerando apenas a correção da inflação, mas informou que o nível seria ajustado após o anúncio da política de ganhos reais.

Em 2024, as contas do governo indicam que o custo de cada real de reajuste será de 368,5 milhões de reais. Com isso, os 38 reais de ganho adicional do salário mínimo acima da inflação previstos para o ano que vem gerariam impacto de 14 bilhões de reais.

O piso de 2024 dependerá da aprovação do projeto pelo Congresso e ainda poderá flutuar até o final deste ano. Se a inflação em 12 meses até dezembro ficar mais alta do que a atual projeção do governo, por exemplo, o reajuste do mínimo será mais forte, ampliando o gasto público. (Por Bernardo Caram)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2024

2023

2022

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia