Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Deve ser proibido o uso de celular nas escolas?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 30.11.2023 05:05h
Governo do Estado

Sesab recebe abertura do Curso de Qualificação em Saúde da População Negra

 

Racismo Estrutural e Política Estadual de Atenção Integral à Saúde da População Negra (PEAISPN)” foi tema da aula inaugural do Curso de Qualificação em Saúde da População Negra, promovido pela Diretoria de Gestão do Cuidado (DGC) em parceria com a Escola de Saúde Pública da Bahia — ESPBA. (Foto ilustração)

O encontro, que se deu nesta quarta-feira (29), no auditório Lúcia Alencar, na Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), reuniu em sua mesa de abertura Ubiraci Matilde, assessora da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial, Marília Santos Fontoura, diretora da ESPBA, e Paulo Barbosa, subsecretário da Saúde do Estado da Bahia.

O intuito da criação do curso foi, para além da qualificação na assistência em saúde da população negra, promover um combate efetivo do racismo institucional e estrutural. “Desenvolvemos este curso como uma estratégia de valorização dos trabalhadores, mas também como implementação de uma nova prática de luta contra o racismo no Estado, algo que só poderá acontecer mediante um diálogo aberto sobre o tema”, disse Marília.

Tendo enquanto público-alvo técnicos e gestores estaduais da Sesab (Nível Central), Ubiraci ressaltou a responsabilidade destes trabalhadores (com ênfase nos gestores) na implementação da PEAISPN e do Programa de Combate ao Racismo Institucional — PCRI, fundado pela instituição como uma maneira de fortalecer a equidade em saúde. Além disso, frisou que na elaboração deste Programa — do qual fez parte —, o objetivo foi apresentar vertentes que impactassem na formação dos trabalhadores.

O subsecretário completou a fala de Ubiraci, afirmando que o papel dos gestores é extremamente importante na busca de resoluções antirracistas, onde devem se manter ativos e vigilantes para identificar situações de intervenção nos ambientes de trabalho. “O racismo estrutural atinge a saúde mental dos trabalhadores e usuários do Sistema Único de Saúde — SUS, então devemos dar visibilidade à luta antirracista e concentrar ações que estimulem uma reverberação perante a sociedade”, conclui.

Logo após a mesa de abertura, Edna Maria de Araújo, do Comitê Técnico Estadual de Saúde da População Negra e professora da Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Universidade Estadual de Feira de Santana, ministrou a primeira aula do curso. Nela, apresentou conteúdos como “Política Nacional de Saúde Integral da População Negra: Conhecimento para a ação”, onde destrinchou as estratégias de gestão desta Política, tais quais: ampliação e qualificação da atenção à saúde da população negra portadora de IST e infecção pelo HIV/AIDS, qualificação da assistência obstétrica e neonatal às mulheres negras, e fortalecimento da atenção básica no cuidado à criança negra.

O Curso de Qualificação em Saúde da População Negra terá continuação nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, com encerramento no mês de março. Realizado de forma híbrida (aula presencial e virtual), a qualificação tem carga horária de 24 horas, e abordará questões relacionadas à Saúde das Pessoas com Albinismo e Doença Falciforme, Educação Permanente e Práticas Antirracistas no SUS, bem como o tema Racismo e Assistência Religiosa. (Ascom/Sesab)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2024

2023

2022

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia