Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Deve ser proibido o uso de celular nas escolas?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 30.11.2023 07:55h
Governo Federal

Governo libera R$ 17 bilhões em emendas parlamentares às vésperas de votações prioritárias

 

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) liberou cerca de R$ 17 bilhões em emendas parlamentares nas vésperas de votação de pautas econômicas e essenciais para o funcionamento do Executivo. É o que aponta um levantamento da ONG Contas Abertas feito com exclusividade para a CNN. (Foto ilustração: Palácio do Planalto)

A reforma tributária foi a matéria que, de longe, mais custou aos cofres públicos. Para aprovar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) na Câmara dos Deputados, o governo destinou R$ 8,6 bilhões. Desses, R$ 5,3 bilhões foram empenhados apenas no dia 5 de julho, véspera da votação no plenário da Câmara.

Na mesma semana, foi aprovado o projeto de lei que dá ao representante da Fazenda Nacional o voto de desempate no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), última instância de julgamento de questões tributárias na administração federal.

Para efeito de comparação, o valor empenhado é próximo dos R$ 9,1 bilhões destinados a todo o orçamento para custeio e investimentos no município de Campinas em 2023. A cidade é uma das maiores do estado de São Paulo e tem mais de um milhão de habitantes.

O arcabouço fiscal, que instituiu um novo limite de gastos para o governo federal, foi a segunda matéria mais “custosa” para aprovação. Entre a votação no plenário da Câmara, do Senado e, depois, o retorno para a Casa Baixa para validar alterações ocorridas no caminho, foram empenhados cerca de R$ 4 bilhões de reais para os parlamentares.

Confira as liberações de emendas

Reforma Tributária + Carf – CÂMARA – 3 a 7/7

Total: R$ 8,560 bi

R$ 5,322 bi apenas no dia 5/7, véspera da votação da tributária

Marco Fiscal – SENADO – 12 a 16/6

Total: R$ 1,364 bi

R$ 1,054 bi apenas no dia 16/6

Marco Fiscal – CÂMARA – 22 a 26/5

Total: R$ 1,328 bi

R$ 1,053 bi apenas no dia 23, véspera da votação

Marco Fiscal – CÂMARA 2 – 21 a 25/8

Total: R$ 1,322 bi

R$ 808 milhões no dia 23, um dia depois da aprovação

MP reforma ministerial – CÂMARA E SENADO – 29/5 a 2/6

Total: R$ 1,962 bi

R$ 1,697 bi apenas no dia 30/5, véspera da votação na Câmara

Apostas Esportivas – CÂMARA – 11 a 15/9

Total: R$ 1,354 bi

R$ 716 milhões apenas no dia 13/9, dia da votação

Taxação offshores e fundos – CÂMARA – 23 a 27/10

Total: R$ 1,015 bi

R$ 368,4 milhões no dia 24, véspera da aprovação

Procurado pela CNN, o Palácio do Planalto não fez comentários. (Marcos Amoroso)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2024

2023

2022

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia