Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você daria um Título de Cidadão a Jair Bolsonaro?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 06.05.2014 06:06h
Cadeia não foi feita para ladrão

A Petrobras foi loteada politicamente no governo Lula a partir de 2003

 
Em 2006, Lula nomeou Luiz Sergio Gabrielli presidente da Petrobras e Dilma Rousseff presidente do Conselho Administrativo da petroleira, provavelmente com a ordem para estes últimos comprarem a refinaria de Pasadena, no Texas. Como sabido de todos, aquela negociata deu um prejuízo de mais de um bilhão de dólares ao povo brasileiro. Este foi mais um crime da quadrilha instalada no poder. 
 
Enquanto isso, o líder sindical Marco Prisco, que não cometeu nenhum crime, está preso na Papuda, em Brasília, para satisfazer a vontade do governador Jaques Wagner e do ministro da Justiça José Eduardo Cardozo.
 
O STF negou a liminar ao habeas corpus impetrado pela defesa de Prisco.
 
No dia seguinte, o mesmo STF julgou os crimes praticados pelo ex-presidente Collor durante o seu governo e absolveu o ex-presidente cassado.
 
Moral da história: podem roubar à vontade, pois cadeia não foi feita para ladrão!!
 
Quem tinha que estar na cadeia era Lula, Dilma, Wagner, Gabrielli e Collor. Não Prisco.
 
Enquanto isso, Marco Prisco, em decorrência da injustiça a que está submetido, apresentou no último final de semana um mal súbito, e este deputado, por ter coragem de denunciar, está respondendo a processo, requerido pelo Procurador Geral do Ministério Público da Bahia, pelo "crime" de ter chamado o governador de canalha.
 
Canalhas somos nós que elegemos esses picaretas.
 
Deputado Estadual Targino Machado (DEM)
  
 
Comente Ler Comentário (1)
 
 

Comentários:

 
homero carvalho escreveu:
Disse bem o Sr. Targino Machado, que canalha somos nós que os elegemos inclusive ele, que se O GOVERNO NÃO FOSSE ADMINISTRADO POR CANALHAS COMO O BEM DISSE, NÃO SEI DO QUE ELE VIVERIA NA POLITICA SE USA SUA CONDIÇÃO MEDICO PARA PRESTAR FAVORES EM TROCA DE VOTOS. OU NÃO É.
 
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
Iau - cavalgada
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2019

2018

2017

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia