Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você daria um Título de Cidadão a Jair Bolsonaro?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 03.09.2014 00:42h
Novela repetida

Luta para não cair

 

“Quantidade não significa qualidade”, dizem os cronistas esportivos mais experientes. Esse ditado reflete o atual momento de Vitória e Bahia, lanterna e vice-lanterna do Brasileirão, respectivamente. Mais de 20 atletas foram contratados por ambas as equipes.

Alessandro é o novo nome no Fazendão, enquanto na Toca do Leão, Edno é o mais recente reforço. Atletas esses que possuem qualidade, mas estavam em baixa nos antigos clubes, tornado-se um indicio preocupante para quem, no caso da dupla BaVi, precisam sair o quanto antes da zona do rebaixamento, pois o campeonato começou a afunilar. 

No próximo final de semana será concluído o turno do campeonato brasileiro, significa dizer que 19 rodadas se foram, e com isso restam 19, o chamado returno, para almejar permanência na elite nacional o rubro-negro e tricolor precisam se superar no restante da competição. 

Para não cair, os representantes baianos na primeira divisão, precisam realizar uma campanha igual ou superior ao aproveitamento de 55% de aproveitamento.

No Brasileiro de 2012, o Bahia conseguiu somar 30 pontos durante o returno e acabou se salvando da degola. Esperamos que no final do ano os baianos comemorem a permanência na competição mais importante nacionalmente.
 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
Iau - cavalgada
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2019

2018

2017

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia