Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Lula preso, você acredita que ele é inocente?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 20.04.2017 11:32h
Vitória da Conquista - Bahia

Transporte público faz paralização em Vitória da Conquista

 

O conquistense começou a quinta-feira (20) sob frio e sem o Transporte Público. A paralisação acontece por conta da campanha salarial puxada pelo Sindicato dos Rodoviários [Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Transporte Rodoviário, Passageiros, Cargas, Fretamento, Turismo e Pessoal de Apoio de Vitória da Conquista – SINTRAVC]. (Foto ilustração)

A categoria pede 16% de reajuste salarial, 80% de do plano de saúde pagos pelas empresas, mudanças nos intervalos de descanso, vale-refeição no valor de R$ 450 e prêmio de férias. Tanto a Cidade Verde Transportes como a Viação Vitória ainda não entraram em acordo com o Sindicato, no entanto em assembleia os trabalhadores decidiram em manter os piquetes apenas na primeira companhia e promete iniciar greve geral a partir desta sexta-feira (21).

A Prefeitura de Vitória da Conquista disse que a sua parte está apenas atrelada a fiscalizar o funcionamento de 30% da frota das duas empresas. Sendo assim, a Vitória permanecerá com os seus 80 veículos nas ruas e a Cidade Verde apenas com 24. As intervenções têm sido criticadas por usuários do sistema e diversos políticos. (blogdoanderson)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


União Médica

 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Festa de Ipuau
 
Cavalgada de Antonio Cardoso
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2018

2017

2016

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia