Bahia na Política por Jair Onofre
 
 

 
 
 

Você é a favor da reforma da Previdência proposta pelo governo Michel Temer?



Parcial
 
 

Entrevista: Vereador Reinaldo Miranda

“As Câmaras precisam estar mais perto da comunidade”

Vereador de terceiro mandato em Feira de Santana, Reinaldo Miranda (PHS), conhecido também como Ronny, é presidente pela segunda vez da Câmara Municipal de Feira de Santana, com mandato até 2018. Em uma manhã de sexta-feira (10), a base de um café expresso, nos concedeu essa entrevista, onde fala da Câmara Municipal, de sua relação com os colegas e com o prefeito José Ronaldo, e seu projeto para 2018 de ser candidato a deputado federal. Ronny, nasceu em Salvador, é católico, está com 41 anos, e tem a fé como superstição. O seu sonho é ver o crescimento de Feira de Santana como tem visto junto com seus filhos. Ronny afirma que não possui um adversário sequer e que seu melhor amigo é o seu pai.

Jair Onofre - Vereador Ronny, qual a sua votação em cada uma das três eleições? Ronny - Olha, no primeiro mandato foram 3.879, no segundo 7.297, e no terceiro 8.213 votos. Jair Onofre: Começou o período legislativo. Como o senhor vai lidar com mais da metade de vereadores novos, quando nada de uma legislatura para outra. Como será a sua relação com os seus colegas?

Ronny: Primeiro, nós temos uma relação muito boa com todos os colegas vereadores que Deus permitiu a nossa eleição com a deles. Os novos vereadores são pessoas que já têm uma convivência, uma certa experiência na vida pública, não tendo o mandato adquirido agora, mas que já vivenciam a vida pública há muitos anos, seguindo políticos e lideranças políticas, e evidentemente, a gente terá uma grande facilidade por já ter um grau de amizade e de relacionamento com essas pessoas.

Leia Mais


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
]

 
Enviado por Jair Onofre - 20.04.2017 12:30h
Crise dos Correios

Demissão de concursados dos Correios ainda está em pauta, diz presidente

 

O presidente dos Correios, Guilherme Campos (Foto), afirmou nesta quinta-feira (20) que a demissão de servidores concursados está na pauta e vem sendo estudada. Segundo o presidente da estatal, os Correios não têm condições de continuar arcando com sua atual folha de pagamento e contratou um estudo para calcular quantos servidores teriam que ser demitidos para que o gasto com a folha fosse ajustado.

“Temos um estudo encomendado e a possibilidade de demissão motivada ainda está na pauta. A empresa não tem condições de arcar com a sua folha de pagamento”, disse Campos.

Em 2016, os Correios anunciaram um Programa de Demissão Incentivada (PDI) e pretendia atingir a meta de 8 mil servidores, mas apenas 5,5 mil aderiram ao programa. “A economia com esses 5,5 mil é de R$ 700 milhões anuais e essa marca alcançada com o PDI fica aquém da necessidade da empresa. Precisamos ter outras ações para enxugamento da máquina da empresa”, afirmou Campos antes de participar de uma audiência pública na Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados.

Prejuízo

Campos afirmou que no primeiro trimestre de 2017 o prejuízo estimado dos Correios foi de R$ 400 milhões. O número exato, no entanto, ainda não foi fechado. A estatal tem acumulado prejuízos nos últimos anos.
Recentemente o ministro de Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, afirmou que os Correios correm "contra o relógio" para evitar a privatização. Segundo Kassab, a estatal necessita de um profundo corte de gastos para não ser privatizada.

Sindicato

O secretário-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores dos Correios, José Rivaldo, afirmou que o presidente da estatal ainda não chamou os trabalhadores para falar sobre a possibilidade de demissão de servidores concursados. “Nós da federação somos totalmente contrários a demissão de servidores. Nossa proposta é garantir o emprego de todos os 117 mil servidores da casa”, afirmou.

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 
 
 
 
Facebook
 
 
BAN CAF CULTURA
 
REVISTAS DIFEL
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2017

2016

2015

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia