Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Posse de arma decidido pelo presidente Jair Bolsonaro é uma saída para a segurança pública no Brasil?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 12.12.2017 07:51h
Paralisação de 48 horas

Fazendários paralisam atividades em Salvador e RMS terça (12) e quarta (13)

 

Os fazendários do Estado voltam a paralisar atividades nesta terça (12) e quarta (13) em Salvador e cidades da região metropolitana da capital. Estarão parados os postos fiscais vinculados a Diretoria Metro da Sefaz, bem como em todos os SACs e postos de atendimento das inspetorias. A categoria vem realizando uma série de mobilizações desde outubro. (Foto ilustração)

A paralisação de 48 horas ocorrerá na Diretoria Metro da Sefaz, que inclui o posto fiscal Honorato Viana (BR 324/Simões Filho) e o do aeroporto, bem como os SACs e inspetorias de Salvador, Lauro de Freitas e Camaçari. Outros setores da Secretaria também vão parar, a exemplo das volantes fiscais, fiscalização de estabelecimentos, Malha Antecipa (mercadorias com imposto antecipado) e fiscalização de ITD (inventários e doações).

Segundo o Sindsefaz, que representa os fazendários, no PF Honorato Viana os caminhões não serão parados. No aeroporto, as mercadorias não serão conferidas. Já nos SACs, postos de atendimento e outros setores não haverá agendamento e nem recepção ao contribuinte. O pessoal que trabalha com ordens de serviço se dirigirão aos locais onde ocorrerá mobilização.

A categoria reivindica a reabertura de negociações e o atendimento imediato de quatro pleitos: mudança na gratificação dos técnicos administrativos, concurso público para todos os cargos do fisco, correção da indenização de transporte (congelada há 10 anos) e mudança no valor do ponto da gratificação fiscal.

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


União Médica

 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
CARLITO DO PEIXE
 
FABIANO DA VAN
 
PASTOR ANTNIO LIMA
 
LUCIANO SOARES
 
SINART
 
DEIBSON CAVALCANTI
 
Pazzi Povo FM
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2019

2018

2017

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia