Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você aprova o ministério do presidente eleito Jair Bolsonaro?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 13.03.2018 12:40h
Dono da Riachuelo

Flávio Rocha processa Boulos por crimes contra a honra

 

Dono das lojas Riachuelo, Flávio Rocha (foto) entrou com queixa-crime na Justiça de São Paulo contra o presidente do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e pré-candidato do Psol à Presidência, Guilherme Boulos. Rocha acusa Boulos de crimes contra a honra (calúnia, injúria e difamação). Em manifestação recente nas redes sociais, o líder do MTST acusou a Riachuelo de usar trabalho escravo.

No sábado (10), em evento no interior do Rio Grande do Norte, o empresário demonstrou interesse em também se candidatar ao Planalto.(época)

 
Comente Ler Comentário (1)
 
 

Comentários:

 
NILVAN RODRIGUES DA SILVA escreveu:
Flávio Gurgel Rocha é o nome mais conhecido da família proprietária das Lojas Riachuelo e, desde 14 de novembro, é também réu na Justiça Federal do Rio Grande do Norte. Dono de um quinto das ações da empresa, Flávio é acusado de coagir e caluniar, na internet, uma procuradora do trabalho. Correndo risco de ter de pagar R$ 37 milhões de indenização por supostas irregularidades em empresas subcontratadas pela Guararapes, empresa que controla a Riachuelo, Flávio Rocha foi ao Twitter em setembro questionar a decisão da procuradora Ileana Mousinho. A responsável pelo pedido de indenização foi ofendida por Rocha e pelo diretor industrial da empresa, segundo a Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho. Link para matéria: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/11/26/O-caso-trabalhista-que-fez-o-dono-da-Riachuelo-r%C3%A9u-por-coa%C3%A7%C3%A3o-e-inj%C3%BAria © 2017 | Todos os direitos deste material são reservados ao NEXO JORNAL LTDA., conforme a Lei nº 9.610/98. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibida. https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/11/26/O-caso-trabalhista-que-fez-o-dono-da-Riachuelo-r%C3%A9u-por-coa%C3%A7%C3%A3o-e-inj%C3%BAria
 
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


União Médica

 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Cmara Municipal
 
DEIBSON CAVALCANTE
 
CARLITO DO PEIXE
 
FABIANO DA VAN
 
PASTOR ANTNIO LIMA
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2018

2017

2016

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia