Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que o Brasil será campeão mundial de futebol?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 13.03.2018 12:40h
Dono da Riachuelo

Flávio Rocha processa Boulos por crimes contra a honra

 

Dono das lojas Riachuelo, Flávio Rocha (foto) entrou com queixa-crime na Justiça de São Paulo contra o presidente do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e pré-candidato do Psol à Presidência, Guilherme Boulos. Rocha acusa Boulos de crimes contra a honra (calúnia, injúria e difamação). Em manifestação recente nas redes sociais, o líder do MTST acusou a Riachuelo de usar trabalho escravo.

No sábado (10), em evento no interior do Rio Grande do Norte, o empresário demonstrou interesse em também se candidatar ao Planalto.(época)

 
Comente Ler Comentário (1)
 
 

Comentários:

 
NILVAN RODRIGUES DA SILVA escreveu:
Flávio Gurgel Rocha é o nome mais conhecido da família proprietária das Lojas Riachuelo e, desde 14 de novembro, é também réu na Justiça Federal do Rio Grande do Norte. Dono de um quinto das ações da empresa, Flávio é acusado de coagir e caluniar, na internet, uma procuradora do trabalho. Correndo risco de ter de pagar R$ 37 milhões de indenização por supostas irregularidades em empresas subcontratadas pela Guararapes, empresa que controla a Riachuelo, Flávio Rocha foi ao Twitter em setembro questionar a decisão da procuradora Ileana Mousinho. A responsável pelo pedido de indenização foi ofendida por Rocha e pelo diretor industrial da empresa, segundo a Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho. Link para matéria: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/11/26/O-caso-trabalhista-que-fez-o-dono-da-Riachuelo-r%C3%A9u-por-coa%C3%A7%C3%A3o-e-inj%C3%BAria © 2017 | Todos os direitos deste material são reservados ao NEXO JORNAL LTDA., conforme a Lei nº 9.610/98. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibida. https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/11/26/O-caso-trabalhista-que-fez-o-dono-da-Riachuelo-r%C3%A9u-por-coa%C3%A7%C3%A3o-e-inj%C3%BAria
 
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


União Médica

 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2018

2017

2016

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia