Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você aprova o ministério do presidente eleito Jair Bolsonaro?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 16.04.2018 09:26h
Eleições 2018

Rui prega humildade e ritmo intenso no trabalho

 

Depois de o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), desistir de disputar o governo da Bahia, o governador Rui Costa (PT - foto) preferiu conter qualquer euforia que apareça dando sua vitória como certa. Em entrevista exclusiva à Tribuna, o petista baiano pregou a humildade e disse que vai trabalhar para “ganhar e ganhar bem” o pleito. “[Vou encarar a eleição] com muita humildade e trabalho. São os dois pilares básicos de quem quer ganhar uma eleição: trabalhar muito e ter muita humildade. Assim que eu vou continuar fazendo.

Trabalhando bastante. Minha agenda continua a mesma. Como vocês podem observar, eu não mudei nada na minha agenda. [...] Nós vamos trabalhar bastante, com muita humildade, com muito respeito, para ganhar a eleição e ganhar bem”, frisou. Ainda na entrevista, Rui Costa falou sobre o governo do presidente Michel Temer (MDB), que chamou de “desastroso”, da eventual candidatura do ex-governador Jaques Wagner (PT) ao Palácio do Planalto, e rebateu as críticas da oposição sobre priorizar Salvador em detrimento do interior e de falhas na segurança pública. “As críticas da oposição fazem parte do processo político e da eleição que se aproxima. Muito bom conviver e respeitar a oposição, mas não é verdade”, pontuou. (Trbn) 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


União Médica

 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Cmara Municipal
 
DEIBSON CAVALCANTE
 
CARLITO DO PEIXE
 
FABIANO DA VAN
 
PASTOR ANTNIO LIMA
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2018

2017

2016

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia