Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você já tem seu candidato para presidência da República?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 11.07.2018 10:10h
Seabra

Vereadores têm seus mandatos impugnados por fraude em cota de gêneros

 

Em sua sentença o juiz determinou a cassação dos mandatos dos vereadores Marcos Pires Ferreira Vaz, atual Presidente da Câmara Municipal de Seabra, Selson José de Souza e Lilia Carneiro da Silva. Em sua decisão o Juiz também determinou a cassação dos respectivos suplentes da Coligação. (Foto: Marcos Pires Ferreira Vaz, Selson José de Souza e Lilia Carneiro da Silva).

O Juiz Eleitoral da 88ª Zona declarou existir “ocorrência de fraude na composição da lista de candidatos da Coligação Unidos Por Uma Seabra Melhor, composta pelos partidos PRB, PDT e PR, para a eleição proporcional, consistente na utilização de candidatura fictícia do gênero feminino ao cargo de vereador, em burla expressa ao determinado no artigo 10§ 3º, da Lei nº 9.504/97”.

Também em sua sentença o Juiz Pablo Venício pede a anulação de todos os votos atribuídos à Coligação na eleição proporcional do ano 2016, com a distribuição dos mandatos de vereador por ela conquistados aos demais partidos ou coligações que alcançarem o quociente partidário. Com isso o Juiz determinou que as três vagas, hora ocupadas pelos vereadores Marcos Pires Ferreira Vaz, Selson José de Souza e Lilia Carneiro da Silva, sejam distribuídas para as outras coligações existentes na eleição proporcional do ano 2016.

Esta não foi primeira sentença condenatória por fraude em cota de gêneros aplicada pelo Juiz Eleitoral Pablo Venício Novais Silva. Recentemente ele também impugnou o mandato eletivo de uma coligação no município de Novo Horizonte, também no estado da Bahia. A decisão ainda cabe recurso. (Fonte: vejapolitica.com.br).

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


União Médica

 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Look Pessquisas
 
Radialista Dimiclei
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2018

2017

2016

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia