Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que as eleições de outubro vão resolver os problemas do Brasil?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 10.08.2018 11:45h
Laje

Federação de Guardas Municipais entra com representação no MP contra Prefeitura

 

A Prefeitura Municipal de Laje, no Vale do Jiquiriça, contratou no final de 2017, uma empresa de vigilância privada para criar a Guarda Monitorada, a qual exerce a atividade de Guarda Municipal, cujas pessoas contratadas utilizam fardamentos semelhantes aos Guardas Municipais de carreira. (Foto ilustração).

Segundo a FEBAGUAM – Federação Baiana das Associações de Guardas Municipais, essa atitude da Prefeitura afronta a Lei Federal nº 13.022/14, além de cometer um ato ilegal conforme o Código Penal, usurpando a função pública de guarda municipal, que deve ser exercida por servidores públicos integrantes de carreira, não podendo ser realizado por pessoas contratadas sem o devido concurso para o cargo.

Com isso, o integrante da FEBAGUAM, o GCM Alan Braga, entrou com uma representação no Ministério Público Estadual contra essa irregularidade. “Lembramos que não é ilegal as Prefeituras contratar empresas privadas de vigilância, porém não é permitido que uma empresa privada faça a usurpação da função pública de Guarda Municipal”, disse Braga. (tribunadoreconcavo).

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


União Médica

 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Look Pessquisas
 
OAB
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2018

2017

2016

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia