Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você daria um Título de Cidadão a Jair Bolsonaro?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 28.09.2018 13:00h
Indústria de petróleo e gás natural

ANP prevê arrecadação de até R$ 1,2 tri com novos blocos do pré-sal

 

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) anunciou hoje (28), no Rio de Janeiro, que a produção de petróleo nos blocos do pré-sal contratados no regime de partilha desde o ano passado deve gerar uma arrecadação de R$ 1,2 trilhão para a União, estados e municípios. (Foto ilustração).

A conta inclui os blocos contratados entre a 2ª e a 5ª rodadas, realizadas entre 27 de setembro do ano passado e hoje, e toma como base as participações oferecidas à União e um valor médio do barril de petróleo na casa dos 70 dólares

Nos contratos de partilha, utilizados para a produção do pré-sal, as empresas responsáveis pela exploração e produção de petróleo precisam oferecer à União um percentual do que é produzido. Os lances vencedores nos leilões são os que oferecem participações mais altas para o governo.

Ao longo de 30 anos de contrato, a exploração e produção de petróleo nos campos contratados deve gerar uma receita anual de R$ 40 bilhões.

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
Iau - cavalgada
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2019

2018

2017

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia