Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você aprova o ministério do presidente eleito Jair Bolsonaro?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 11.10.2018 08:05h
Ressocialização

Escola do Trabalhador chega ao sistema prisional

 

Para levar mais dignidade às pessoas presas, a Escola do Trabalhador, iniciativa de cursos profissionalizantes, será adaptada e ofertada no sistema prisional. Ministradas originalmente à distância, as matérias terão versões presenciais para atender esse público. (Foto ilustração).

Implantada nesta quarta-feira (10) a partir de um acordo entre os ministérios do Trabalho e da Segurança Pública, a escola terá 25 disciplinas oferecidas, inicialmente em unidades femininas. Em seguida, o programa segue progressivamente para as outras penitenciárias.

Capacitação

A realização dos cursos está atrelada à emissão da carteira de trabalho para os egressos. Assim, eles deixam o sistema com uma capacitação e têm melhores condições de reintegração na sociedade. Atualmente, a população carcerária é de 726 mil pessoas. Desses, 85% não possuem atividade laboral nas unidades prisionais.

Os cursos são gratuitos e têm duração de 40 horas. Depois de concluir o curso, os estudantes passam por um teste para receber o certificado de conclusão. Há opções de agenciamento de viagens, criação de negócios de sucesso e segurança da informação, por exemplo. (Fonte: Ministério do Trabalho). 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


União Médica

 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Cmara Municipal
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2018

2017

2016

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia