Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que Jair Bolsonaro irá aprovar a reforma da Previdência?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 09.01.2019 06:26h
Pressionado

Presidente do BB tem de justificar promoção de filho de Mourão

 

O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes (foto reprodução), que tomou posse na segunda-feira (7), está tendo de lidar com seu primeiro estresse com os servidores da instituição financeira. Motivo: a promoção de Antonio Hamilton Rossell Mourão , filho do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, ao cargo de assessor especial da presidência. Numa mensagem aos servidores, Novaes teve de justificar a nomeação. Disse que estranhou o fato de que Rossell Mourão “não tenha alcançado postos mais destacados no banco” antes, além de afirmar que é de “sua absoluta confiança” e que será seu assessor em razão de sua “competência”. Rossell Mourão receberá salário de R$ 30 mil.

No sistema de mensagens internas do banco, as críticas à promoção de Rossell Mourão se avolumam. Numa delas, um servidor diz que chegou a “acreditar que no governo Bolsonaro tudo seria diferente”.

A promoção de Antonio Mourão virou piada nos corredores do BB e grupos de mensagens dos funcionários da entidade. (Expresso – Por Murilo Ramos)


 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


União Médica

 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
CARLITO DO PEIXE
 
FABIANO DA VAN
 
PASTOR ANTNIO LIMA
 
LUCIANO SOARES
 
SINART
 
DEIBSON CAVALCANTI
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2019

2018

2017

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia