Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que a reforma da Previdência será aprovada como está?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 11.01.2019 12:00h
Pesquisa Datafolha

41% dos brasileiros são contra qualquer tipo de aborto

 

Uma pesquisa do Datafolha, que foi divulgada na última quinta-feira (10), mostra que 41% dos brasileiros são totalmente contrários a qualquer tipo de aborto e que a prática deveria ser proibida, mesmo em caso de estupro ou risco para a mãe. (Foto ilustração).

Para 34% dos entrevistados o aborto deveria continuar como é hoje, ou seja, permitido em três situações: quando a gravidez é resultado de estupro; quando há risco de vida para a mulher; se o feto for anencéfalo.

O levantamento revela ainda que 16% acredita que deve ser permitido em mais situações. Apenas 6% defendeu a liberação em qualquer situação, 2% não sabe e 1% deu outras respostas.

O Datafolha perguntou ainda se os entrevistados concordavam que mulheres estupradas que engravidam deveriam receber ajuda financeira para ter o filho, e 51% responderam que não. Outros 46% concordaram.

O levantamento foi realizado pelo Datafolha entre os dias 18 e 19 de dezembro, e ouviu 2.077 pessoas com 16 anos ou mais em 130 cidades de todas as regiões do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou menos. O nível de confiança é de 95%. (bahia.ba).

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2019

2018

2017

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia