Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que Jair Bolsonaro irá aprovar a reforma da Previdência?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 12.01.2019 10:30h
Abuso de Poder

Primeiro suplente de deputado federal tem diplomação suspensa

 

O médico João Antônio Holanda Caldas (Pros - foto ilustração) teve a sua diplomação de primeiro suplente de deputado federal suspensa pela Justiça Eleitoral. A decisão do desembargador Jatahy Júnior foi publicada nesta quarta-feira (9), no Diário Oficial.

João Antônio Holanda Caldas foi denunciado pela prática de abuso de poder, por meio de interferência religiosa. A denúncia foi formulada por Antônio Roberval França Barbosa dos Santos.

Segundo ele, o médico teria promovido inúmeros cultos e atividades religiosas de grande proporção, com imensa quantidade de fiéis, o que ficou caracterizado como abuso de poder religioso durante campanha eleitoral.

O autor da representação ressaltou que o primeiro suplente foi intitulado, nas eleições, de “candidato do Bispo França e do Apóstolo Valdemiro”. Ele também afirmou que a participação da Igreja Mundial do Poder de Deus foi decisiva no resultado.

A decisão de suspender a diplomação de João Antônio Holanda Caldas tem caráter liminar e cabe recurso. O desembargador Jatahy Júnior ofereceu prazo de 3 dias. (Processo nº 0603879-89.2018.6.05.0000)..

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


União Médica

 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
CARLITO DO PEIXE
 
FABIANO DA VAN
 
PASTOR ANTNIO LIMA
 
LUCIANO SOARES
 
SINART
 
DEIBSON CAVALCANTI
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2019

2018

2017

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia