Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

A presença de muitos militares no governo Bolsonaro ajuda a administração?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 08.02.2019 14:00h
Agronegócio - Soja

Com colheita na fase final, Sapezal/MT registra queda de 10/12% na produtividade da soja

 

O ritmo dos trabalhos de colheita da soja na região de Sapezal/MT está acelerado. Já são cerca de 85% do total da área colhida no munícipio e de 70 a 75% na região. Até o momento, os veranico de dezembro e janeiro e o intenso calor tem prejudicado a produtividade das plantas que está com média de 53/54 sacas por hectare, algo em torno de 10/12% menor do que a registrada na safra passada. (Foto ilustração).

“Nós tivemos alguns veranicos no decorrer do desenvolvimento da planta e excesso de calor nos últimos meses estão diminuindo a produtividade em torno de 10 a 12%, até 15%, a menos do que o ano passado”, diz José Guarino Fernandes, delegado e conselheiro fiscal da Aprosoja MT.

Com o avanço rápido da colheita, que deve ir até o dia 20 de fevereiro, os trabalhos de plantio das safrinhas segue adiantado também. A região é uma das principais produtoras de algodão, que registrou aumento na área cultivada sobre a diminuição do espaço destinado ao milho segunda safra.

“A colheita da soja acontece e a plantadeira já vai atrás. O algodão, que o município tem hoje mais de 200 mil hectares, e também temos o milho em torno de 70/80 mil hectares. A regularidade das chuvas aconteceu com a virada do ano e está norma para o período”, conta Fernandes. (noticiasagricolas).

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


União Médica

 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2019

2018

2017

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia