Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você daria um Título de Cidadão a Jair Bolsonaro?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 27.02.2019 12:20h
Rio Grande do Sul

Polícia investiga servidor da Assembleia que usa atestados falsos para faltar trabalho

 

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quarta-feira a “Operação Repouso Absoluto”, com o objetivo de apurar a prática dos crimes de peculato, falsidade ideológica e associação criminosa no âmbito da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão em nome de um servidor público de 55 anos investigado por usar atestados médicos para burlar o expediente. Com salário bruto de R$ 24,2 mil, ele ficou pelo menos 131 dias fora das suas funções desde janeiro de 2017, usando atestados médicos para não trabalhar. (Foto ilustração).

O homem está lotado este ano na Comissão de Segurança e Serviços Públicos da Assembleia e também é secretário de assuntos jurídicos do partido Solidariedade. Conforme o Delegado Max Otto Ritter, o inquérito policial, instaurado em meados de 2018, investiga a apresentação de atestados médicos ideologicamente falsos, pois, "com substrato em farta prova documental juntada aos autos, verifica-se que, nos diversos períodos de afastamento que deveriam ser utilizados para repouso em virtude das licenças para tratamento da saúde concedidas, viajava em atividades partidárias pelo interior do Estado".

O servidor também viajava em atividades partidárias pelo interior do Estado, as quais eram divulgadas em redes sociais, ou exercia normalmente atividades profissionais de cunho eminentemente particular, comparecendo a audiências. As buscas têm por objetivo a apreensão de documentos que materializem os crimes ora investigados, bem como as relações deste servidor público com os médicos que atestavam os afastamentos, além da identificação de outros casos similares, buscando identificar a responsabilidade de todos os envolvidos. (r7).

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
Iau - cavalgada
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2019

2018

2017

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia