Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que haverá segundo turno para presidente no Brasil em 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 24.04.2019 06:05h
Enquadramento

APLB diz que prefeito não cumpriu acordo e pede apoio da Câmara Municipal

 

A presidente da APLB Feira, professora Marlede Oliveira (foto ilustração), esteve nesta terça-feira (23) na Câmara Municipal de Feira de Santana, para pedir o apoio do vereador e presidente da Casa, José Carneiro Rocha (PSDB), que possa intermediar um novo diálogo com o Governo Municipal, uma vez que o prefeito Colbert Martins não teria cumprido o acordo feito para o fim da greve.

“Estamos aqui porque o prefeito não cumpriu o acordo do enquadramento imediato. Terminamos a greve no dia 29 e hoje já são 23 de abril ele falou que imediatamente, com o fim da paralisação, enquadraria os professores que solicitaram. Tem professores que pediram enquadramento desde 2016 e ele não cumpriu”, afirmou. Outra reclamação da sindicalista diz respeito ao repasse da contribuição sindical de professores da rede municipal filiados ao sindicato, com autorização de débito na folha de pagamento. “Infelizmente foi cortado a consignação da entidade. Ele descontou na folha de março dos professores que são filiados nossos e está com dinheiro retido”, informou, lembrando que há uma lei que garante essa cobrança sindical mediante autorização do trabalhador, assim como acontece em outras categorias. Para a presidente da APLB, está havendo uma perseguição por parte do Governo contra o sindicato. (Daniela Oliveira)
 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
Magno Felzemburg - Consumidor
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2022

2021

2020

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia