Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

O prefeito da sua cidade está investindo corretamente os recursos para o combate ao COVID -19



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 07.08.2019 06:14h
Feira de Santana

Moura Pinho diz que não aceitaria ser secretário para não sacrificar a família

 

Sobre a especulação em torno do nome de Moura Pinho, advogado, militante do MDB e aliado do prefeito Colbert Martins, para a Secretaria de Educação, o mesmo deu a seguinte versão: “De verdade eu só posso dizer do clamor do pessoal da área de educação, o que me lisonjeia bastante. Eu tive uma passagem de dois anos e meio na Direc, que me gratificou e me ensinou muito. O reconhecimento que eu recebo nas ruas das pessoas a respeito dessa passagem me realiza como pessoa. Mas desde o tempo da Direc que eu aceitei em sacrifício, eu já dizia que o cargo público em si, pela remuneração ridícula, não querendo fazer nenhum paralelo com aquilo que infelizmente o trabalhador na sua grande maioria recebe, mas a gente não pode dizer que para pessoas qualificadas, que tem outras atividades recebem, é qualquer tipo de salário digno. E eu como vivo do que faço não posso aceitar um cargo dessa natureza, porque sacrificaria minha família economicamente e eu não conseguiria pagar sequer as minhas despesas. Não estou falando nem de convite. Eu não posso assumir um cargo de secretário”. (Advogado Moura Pinho e o radialista Tanúrio Brito)

 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
CMARA MUNICIPAL SO GONALO DOS CAMPOS
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Genesio Serafim - Loja de vete
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2020

2019

2018

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia