Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que haverá segundo turno para presidente no Brasil em 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 27.08.2019 08:10h
Itabuna

Cidade poderá ficar sem atendimento pediátrico após encerramento de contrato com Unidade de saúde

 

O atendimento médico-pediátrico pode entrar em colapso em Itabuna e nos municípios pactuados se confirmado o fim do contrato da Secretaria de Saúde local com a Maternidade Ester Gomes. Isto porque, depois do fechamento do CEMEP e da ala infantil (SUS) do Manoel Novais, a situação de atendimento piorou. (Foto ilustração)

A maternidade Ester Gomes deve encerrar suas atividades nesta quinta-feira, segundo nota encaminhada ao secretário municipal de Saúde interino, Geraldo Pedrassolli. No documento, assinado pela diretora da Fundação Fernando Gomes, Maria do Carmo, foram apresentadas as dificuldades enfrentadas pela instituição.

Ela diz que a Maternidade encontra-se em colapso financeiro, sendo iminente o encerramento das suas atividades, com os atendimentos na atenção infantil. A dirigente alega que as reformas feitas na unidade foram para que os contratos com Estado e Município fossem mantidos.

No documento a maternidade informou que, entre março de 2017 até junho deste ano, ocorreram 5.314 internações na unidade, com taxa de mortalidade de 0,02%. A decisão de fechar é estranha, diante do aumento de repasses que passa a receber para o atendimento infantil.

A Maternidade, que pertence ao prefeito Fernando Gomes, atende a 64 municípios e nas últimas semanas foi alvo de denúncias de vereadores, do Conselho Municipal de Saúde e do Sintesi. O documento foi enviado com cópia ao MP, ao Conselho Municipal de Saúde, ao Nucleo Regional de Saúde Sul e à Comissão Intergestor Regional.

O prefeito anunciou viagens a Salvador e Brasília visando uma solução para sua maternidade. (aregiao)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
Magno Felzemburg - Consumidor
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2022

2021

2020

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia