Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que haverá segundo turno para presidente no Brasil em 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 27.08.2019 10:35h
Rio de Janeiro

Petrobras confirma vazamento na Bacia de Campos da operadora FPSO Rio

 

A Petrobras informou que em um novo sobrevoo, realizado ontem (26), na área onde está localizada a plataforma FPSO Cidade do Rio de Janeiro, na Bacia de Campos, a empresa Modec, empresa que opera a unidade, verificou “a presença de óleo no mar, com volume estimado em 6,6 metros cúbicos, além do vazamento identificado e já recolhido de 1,2 metro cúbico”. (Foto ilustração)

Na nota divulgada em continuidade ao comunicado ao mercado, realizado pela Petrobras, na manhã de ontem, a companhia acrescentou que o recolhimento e a dispersão do óleo está sendo feito por sete embarcações, além de quatro de apoio e um helicóptero, para sobrevoo.

Ainda conforme a Petrobras, a Modec informou, que desde o início da ocorrência, foi constatado o aumento na extensão das trincas. Apesar disso, “o navio continua em posicionamento estável e em condições seguras, sob monitoramento permanente da Modec e da Petrobras”.

Segundo a petroleira, a FPSO Cidade do Rio de Janeiro está fora de operação desde o ano passado e em processo de saída da locação do campo de Espadarte, a 130 quilômetros da costa. A retirada das 107 pessoas embarcadas, iniciada no sábado, foi concluída ontem.

No comunicado ao mercado, na manhã desta segunda-feira (26), a Petrobras disse que a Modec, reportou, na sexta-feira (23), que após inspeção nos tanques externos da embarcação, verificou a existência de trincas no casco do navio, o que tinha provocado vazamento de aproximadamente 1,2 metro cúbico de óleo residual.

Na mesma mensagem, informou ainda que “em sobrevoo realizado na área após o evento não identificou mancha de óleo na superfície do mar”. Já naquele comunicado da manhã, apontava também que “após novas avaliações, em 26/08, foi identificado aumento na extensão das trincas. A Petrobras comunicou a ocorrência às autoridades e vem apoiando a Modec nas ações de contingência”, indicou o comunicado.

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
Magno Felzemburg - Consumidor
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2022

2021

2020

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia