Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que haverá segundo turno para presidente no Brasil em 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 29.08.2019 17:50h
Feira de Santana

Hackathon Nasa Space Apps Challenge acontece entre 18 e 20 de outubro

 

O sinal do celular e da internet são tecnologias que fazem parte do dia a dia das pessoas. Mas apesar da facilidade que esses recursos proporcionam, podem virar problemas no futuro. Solucionar isto é um dos desafios dos 100 participantes do Hackathon Nasa Space Apps Challenge. O lançamento oficial do evento aconteceu nesta quarta-feira, 28, na cúpula do planetário do Museu Parque do Saber, e reuniu professores, estudiosos e alguns participantes ansiosos para iniciar a jornada, que acontece entre os dias 18 e 20 de outubro. (Foto ilustração)

Eventos na modalidade Hackathon já foram realizados anteriormente em Feira de Santana, entretanto este terá um viés diferenciado. “O da NASA é diferente, pois traz diversos problemas que atinge diversas áreas da humanidade. Daí o participante pode fazer uso de um vídeo, de um game, fazer uso de uma história. Pode fazer uso do que for, a solução é a equipe que escolhe, e depois nós temos uma banca de jurados que vai avaliar as soluções. E aí existem vários critérios como criatividade, viabilidade, solução viável para ser utilizada”, explica Fabrício Oliveira, coordenador do Hackathon.

Considerado o maior Hackathon do mundo, o evento em Feira de Santana conta com apoio da Prefeitura Municipal, através da Fundação Cultural Egberto Costa. Para o secretário de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antônio Carlos Borges Junior, a iniciativa mostrará para o mundo o talento e capacidade dos desenvolvedores feirenses.

“No início deste ano nós fizemos o primeiro Hackathon em Feira de Santana. Foi algo que trouxe para a gente um novo olhar para a tecnologia, a inovação, um olhar para os jovens que precisam estar inseridos dentro desse contexto de sustentabilidade e capacidade de trazer pessoas para pensar juntos. E quando foi nos apresentado esse evento, entendemos que esse projeto não era só da FTC e da Prefeitura, era um projeto de Feira de Santana se apresentar para o mundo", ressaltou.

O Museu Parque do Saber foi o local escolhido como espaço de apoio para os participantes. “No Platentário eles tem acesso ao conhecimento sobre o universo, a Terra, e os planetas, as condições em que nós podemos nos deparar com os desafios lançados pela NASA, além do conhecimento sobre os diversos temas que a maratona de desafios lança e que passa pelo que possuímos no planetário. Com isso esperamos que seus participantes estejam tranquilos com esse entendimento sobre os desafios da NASA”, salientou o diretor do Museu, Basilio Fernandez.

As inscrições para participar do Hackathon ainda estão abertas e podem ser feitas através do site www.ftc.br/nasa. O evento é aberto para todos os públicos - não precisa ser um especialista para participar. “Diferente de todos os hackas, o da NASA quer unir pessoas de diversas áreas, não só desenvolvedores, então se a pessoa gosta de tecnologia, é criativo, é cientista, gosta de fazer coisas, é apaixonado por ciência, é uma oportunidade boa”, completa Fabrício.

As vagas são gratuitas e limitadas. Os autores de projetos que passarem para a segunda etapa ganham uma visita ao Space Center da NASA. (Secom) 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
Magno Felzemburg - Consumidor
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2022

2021

2020

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia