Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você lembra em quem votou para vereador em 2016?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 30.09.2019 07:38h
Política

Coronel gastou R$ 566 mil de verba pública em firmas da família e de assessor, diz jornal

 
Foto Reprodução

O senador Angelo Coronel (PSD-BA) teria gastado R$ 566 mil em recursos públicos com empresas de comunicação que pertencem a seus familiares e a um ex-assessor, de acordo com reportagem da Folha publicada hoje (30). Ele nega, no entanto, que tenha usado a verba de forma irregular.

Os valores da cota parlamentar foram gastos entre os anos de 2015 e 2018, período em que Coronel ainda era deputado estadual na Bahia.

Em quatro anos, segundo a reportagem, o gabinete do então deputado emitiu 11 ordens de pagamento no valor total de R$ 173 mil para a BS2 Marketing e Publicidade. A empresa pertence à Corel Brasil Holding, conglomerado que tem como presidente Angelo Mario de Azevedo Martins Filho, um dos filhos do hoje senador.

Além disso, a Corel Brasil Holding tem como acionista único a Jet International Trading, offshore com sede no Panamá e que tem o próprio Angelo Coronel como diretor-presidente.

O grupo ainda detém outras empresas ligadas ao senador, como a Jet Gold Serviços Aéreos, dona da aeronave na qual o senador costuma viajar entre Salvador e Brasília, que é abastecida com recursos da cota parlamentar do Senado.

O então deputado Angelo Coronel ainda gastou outros R$ 392 mil da verba da cota parlamentar com a XYZ Comunicação e Marketing. Esta empresa, por sua vez, pertence a Marcelo Cerqueira dos Santos, que atuou assessor de Coronel na Assembleia Legislativa da Bahia. Ele também é diretor de quatro empresas controladas pelo Grupo Corel, que pertence à família do senador.

Registros da Receita Federal mostram que a firma de Marcelo Cerqueira dos Santos funciona em um edifício comercial de Salvador, em uma sala vizinha da sede empresa Jet Gold Serviços Aéreos, que pertence à família do senador. No mesmo local, até dezembro de 2018, também funcionava a Corel Brasil Holding.

A reportagem aponta que o volume de recursos despendidos em empresas da família e de assessores do senador pode ser maior.

A Folha pediu, por meio da Lei de Acesso à Informação, acesso aos dados de gastos do gabinete de Angelo Coronel entre 1995 e 2014. Neste período, ele cumpriu cinco mandatos consecutivos como deputado estadual.

 A Assembleia Legislativa da Bahia, contudo, informou que a documentação teria sido descartada pelo tempo ou ainda destruída no incêndio que atingiu arquivos da Diretoria Financeira da Casa.

Outro lado

Em nota, o senador Angelo Coronel afirmou que as empresas prestaram serviços de divulgação de mandado parlamentar e destacou que esta “deve ser confiada a pessoas de estrita confiança por ser estratégica para o mandato”.

Sobre a contratação da BS2 Marketing e Publicidade, ele diz que a firma “era dirigida por Marcelo Cerqueira dos Santos, que não é membro da família”. No entanto, não cita que a empresa pertence à Corel Brasil Holding, que tem como presidente Angelo Coronel Filho e pertence à sua família.

Sobre a contratação da XYZ Comunicação e Marketing, o senador declara que tem relação apenas comercial com a empresa, “que foi contratada legalmente”.

Conrel ainda afirma que Marcelo Cerqueira dos Santos “não cuida dos negócios particulares do senador”. A afirmação dele, no entanto, contrasta com dados da Junta Comercial da Bahia que mostram que Santos é presidente ou diretor de quatro empresas que pertencem à Corel Brasil Holding, da família do senador. (M1/ Foto Reprodução)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
CMARA MUNICIPAL SO GONALO DOS CAMPOS
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2020

2019

2018

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia