Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você lembra em quem votou para vereador em 2016?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 30.09.2019 10:51h
Bahia

Mais de 18 mil servidores estaduais vão receber reajuste salarial

 
Foto Reprodução/ A Tarde

Mais de 18 mil servidores estaduais vão receber reajuste salarial de até 20,99% a partir de 31 de outubro, retroativo a 1º de agosto. A medida é o resultado do acordo firmado pelo Governo do Estado om auxiliares e técnicos administrativos de diversos órgãos, incluindo ativos, aposentados e contratados sob o Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). A reestruturação da tabela de vencimentos dos servidores que recebiam salário básico abaixo do mínimo atual - sem contar as gratificações - e trabalham em regime de 40 horas está na Lei 14.165, sancionada pelo governador Rui Costa na última terça-feira, 23.

Segundo levantamento da Secretaria Estadual da Administração (Saeb), a nova lei vai gerar um impacto de R$ 50,4 milhões para os cofres públicos em 2019. No ano que vem, a despesa com o reajuste salarial será de R$ 110,3 milhões.

Além do reajuste, o governador Rui Costa destacou que a Bahia está fora da lista de estados que aderiram ao programa de renegociação de dívidas do Governo Federal e não cumpriram com o teto de gastos estabelecido contratualmente. A informação foi divulgada esta semana, pela Secretaraia do Tesouro Nacional.

Sobre o reajuste

O acordo que gerou a lei foi firmado pelo governo estadual com a Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (Fetrab), a Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia (Afpeb), o Sindicato dos Servidores da Fazenda do Estado da Bahia (Sindsefaz), o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado da Bahia (Sindsaúde), o Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb) e o Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (Sindipoc).

De acordo com a lei sancionada pelo governador, a medida vai significar um ganho médio salarial para auxiliares e técnicos administrativos de 20,99% e 19,35%, respectivamente. (A Tarde/ Foto Reprodução/ A Tarde) 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
CMARA MUNICIPAL SO GONALO DOS CAMPOS
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2020

2019

2018

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia