Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

O Brasil deve receber ajuda internacional para o combate a incêndio na região amazônica?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 08.10.2019 15:35h
Garimpo ilegal

Segunda etapa da Operação Trypes envolve 160 agentes em Aripuanã

 

A Polícia Federal (PF) começou nesta segunda-feira (7) a 2ª fase da Operação Trypes, com o objetivo de encerrar as atividades de um grande garimpo ilegal no município de Aripuanã, no Mato Grosso. (Foto ilustração)

O nome da operação deriva da palavra grega trypes, que significa buracos, segundo a PF uma alusão ao impacto ambiental na região após a ação criminosa.

De acordo com a polícia, o garimpo ilegal estaria causando grande impacto social no município com aumento do índice de homicídios, tráfico de drogas e prostituição. Cerca de 160 policiais, além de servidores do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e da Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Mato Grosso – (Sema/MT) vão trabalhar na região durante toda a semana.

No dia 26 de setembro, a mesma operação desarticulou uma organização criminosa atuante na extração e comercialização ilegal de ouro da Amazônia Legal, que abrange Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e parte do Mato Grosso, Tocantins e Maranhão. Cerca de 60 policiais federais cumpriram 16 mandados de busca e apreensão, dois mandados de suspensão de atividade econômica, dois mandados de bloqueio de contas e seis mandados de prisão preventiva nas cidades de Aripuanã, Alta Floresta, Juína, Nova Bandeirantes e Paranaíta, todas no Mato Grosso.

Segundo a PF, as investigações apontaram que no local ocorria lavagem de dinheiro, emissão de documentos falsos e uso de contas bancárias para atividade criminosa. (Fernando Fraga)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
Iau - cavalgada
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2019

2018

2017

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia