Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

O presidente Jair Bolsonaro deve deixar o PSL, partido que foi eleito?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 08.11.2019 13:25h
Sertão Baiano

Vereadora denuncia agressões verbais e ameaças durante sessão na Câmara de Paramirim

 

Vereadora da oposição na cidade de Paramirim, Cleuziomar Lima dos Santos (PSD – foto ilustração), a Márcia de Céceu, teria sofrido agressões verbais e ameaças ao defender o seu posicionamento na sessão de quarta-feira (06). De acordo com denúncia da parlamentar, o responsável é esposo de uma servidora do município, que também foi denunciada às autoridades policiais pelo mesmo comportamento.

Por possuir minoria na Câmara, a vereadora alega que o grupo da situação, “arrebanha” aliados do prefeito para tentarem uma pressão na bancada de oposição, objetivando terem seus projetos aprovados. Segundo Cleuziomar, o método adotado tem sido a intimidação, especialmente sobre ela, que é a única mulher da Casa Legislativa. “Isso precisa ser interrompido. Os responsáveis pela baderna generalizada e os ataques a minha pessoa devem responder na justiça pelos seus atos. Por isso, faço um apelo ao Ministério Público que investigue essa situação que afronta não somente a minha figura como mulher e como fiscal do povo, mas todo o Poder Legislativo, que na última sessão, ficou impedido de realizar seu trabalho”, destacou. (acheisudoeste) 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
LADO A LADO COM VOC
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2019

2018

2017

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia