Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que haverá segundo turno para presidente no Brasil em 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 22.11.2019 15:40h
Norte da Bahia

Governo Federal autoriza ocupação de produtores em polo de irrigação na Bahia

 

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) autorizou a ocupação e a operação de produtores rurais nas etapas 1 e 2 do Projeto Público de Irrigação Baixio do Irecê, em Xique-Xique, na Bahia. O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, participou hoje (22) da solenidade de autorização no município baiano. (Foto ilustração)

O empreendimento foi executado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e é um dos projetos que integram o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do governo federal.

O perímetro de irrigação está instalado na região norte da Bahia, entre os municípios de Xique-Xique e Itaguaçu. As principais produções locais são algodão, cana-de-açúcar, frutas e legumes. As etapas 1 e 2 abrangem 16,5 mil hectares irrigáveis, divididos em 375 lotes individuais e empresariais.

Quando essas partes estiverem concluídas, o Baixio do Irecê tem previsão de produzir 16 mil toneladas de frutas e 83 mil toneladas de grãos. A expectativa é que o empreendimento tenha um valor bruto de produção anual de R$ 140 milhões e gere 20 mil empregos diretos e indiretos.

De acordo com o MDR, até agora o governo federal já investiu R$ 968,5 milhões para a aquisição de 93,5 mil hectares de área irrigável e de reserva legal e execução e manutenção das duas primeiras etapas do projeto.

A implantação da infraestrutura foi planejada para ocorrer em nove etapas. Quando concluído, o Baixio do Irecê terá incorporado 48 mil hectares irrigáveis ao processo produtivo agrícola na região do Médio São Francisco. Todo o empreendimento deverá beneficiar 250 mil pessoas e gerar 60 mil empregos diretos e 119 mil empregos indiretos. (ABr)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
Magno Felzemburg - Consumidor
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2022

2021

2020

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia