Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que haverá segundo turno para presidente no Brasil em 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 23.11.2019 10:10h
Moeda norte-americana

Dólar termina semana quase estável após bater máxima histórica na 2ª

 

O dólar ficou perto da estabilidade ao término da sessão do mercado à vista nesta sexta-feira, com o mercado evitando reforço nas compras com a cotação perto de máximas históricas. (Foto ilustração)

O dólar interbancário ficou quase estável, a 4,1929 reais na venda, ante taxa de 4,1927 reais da quinta-feira.

No acumulado da semana, a moeda teve variação negativa de 0,01%, depois de, na segunda-feira (dia 18), fechar a 4,2061 reais na venda, máxima histórica.
Na B3, em que os negócios com derivativos cambiais vão até as 18h15, o contrato de dólar futuro mais negociado tinha leve baixa de 0,06%, a 4,1945 reais.

A sexta-feira de forma geral teve tom positivo nos mercados globais, após dados melhores nos Estados Unidos e notícias sobre maior disposição dos governos de China e EUA de chegarem a um acordo comercial.

O dólar subia frente a uma cesta de divisas no exterior, mas aqui a cotação teve menos fôlego. Para alguns agentes financeiros, aumentam as chances de uma correção positiva no real depois de a moeda ter atingido mínimas históricas nesta semana.

Analistas do Canadian Imperial Bank of Commerce veem o dólar a 3,90 reais no curto prazo, em parte por fluxos esperados com a privatização da Eletrobras. "Além disso, o Banco Central já sinalizou uma pausa no corte de juros depois de dezembro... o que deve fornecer outro vento de cauda para o real em 2020", disse o banco em nota. (Reuters)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
Magno Felzemburg - Consumidor
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2022

2021

2020

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia