Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que haverá segundo turno para presidente no Brasil em 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 25.11.2019 06:34h
Indica investigação da PF

DEM liderou maior esquema de candidatura laranja em 2018

 

O Democratas liderou o maior esquema de candidatura laranja da eleição de 2018, segundo uma investigação da Polícia Federal revelada pelo jornal Folha de São Paulo nesta segunda-feira (25).

Uma mulher concorreu a deputada estadual no Acre e recebeu R$ 240 mil do Diretório Nacional do DEM. Ela declarou ter contratado dois coordenadores, alugado 15 automóveis, confeccionado santinhos e anúncios, além de ter 46 funcionários na campanha. Apesar disso, obteve somente seis votos.

A maior parte da receita declarada pela policial militar Sonia de Fátima Silva Alves foi repassada por uma transferência eletrônica assinada em 13 de setembro de 2018 por Romero Azevedo, tesoureiro nacional, e “A Magalhães NT”, o prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, ACM Neto.

A utilização de Sonia como candidata laranja teria sido feita para beneficiar o deputado federal Alan Rick (AC), segundo a PF.

Em nota, o DEM afirmou que “continua acompanhando os desdobramentos das investigações” e citou uma resolução, de 2018, determinando a transferência direta de verbas para a conta bancária de candidaturas mulheres justamente para evitar a utilização indevida.

“Os critérios, fixados após iniciativa do presidente nacional do partido, ACM Neto, foram estabelecidos para impedir quaisquer desvios desses valores por parte dos candidatos homens”, acrescenta o DEM.
 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
Magno Felzemburg - Consumidor
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2022

2021

2020

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia