Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita que haverá segundo turno para presidente no Brasil em 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 25.11.2019 10:00h
Novo Partido de Bolsonaro

Leite diz que "não é momento" para escolher comando de novo partido na Bahia

 

O vereador Cezar Leite, que deixará o PSDB para ingressar no Aliança pelo Brasil, novo partido de Jair Bolsonaro, afirmou que agora não é o momento de definir quem comandará a legenda na Bahia. (Foto ilustração)

Segundo Leite, a prioridade é buscar assinaturas para legitimar a sigla no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“Não importa quem irá comandar o diretório estadual, o diretório municipal. Esse não é o momento, o momento agora é da construção e da criação do partido Aliança pelo Brasil aqui na Bahia, buscando assinaturas para serem autenticadas no TSE. Se precisamos de 500 mil, vamos buscar três milhões”, disse em vídeo postado no Facebook.

“Precisamos ter engajamento, frisson que o partido merece. Tudo dentro dos valores cristãos, da fé. Ninguém aguenta mais bandido, queremos um Brasil diferente”, acrescentou.

Cezar Leite destacou que os responsáveis pelo partido na Bahia não serão escolhidos por “influência política”.

“O momento é de união. As pessoas que serão escolhidas não serão por influência política. Os oportunistas já passaram e foram desmascarados. Agora quem está a frente é Bolsonaro, pessoas de bem. Lá na frente, a gente discute quem vai organizar, quem vai comandar”, ressaltou. (bahia.ba)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
Magno Felzemburg - Consumidor
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2022

2021

2020

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia