Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você daria um Título de Cidadão a Jair Bolsonaro?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 31.10.2012 15:06h
Ponto de Vista

Formação do Governo

 
O administrador Marilton Carvalho

O administrador Marilton Carvalho

Terminada as eleições de 2010, onde o candidato ao Senado Federal José Ronaldo de Carvalho obteve uma votação pra de expressiva em Feira de Santana, digna de um vencedor, mas como dois dos demais candidatos receberam em todo Estado somatório de votos superiores, não foi possível ocupar um das duas vagas para representar a Bahia em Brasília.

Depois de descansar por alguns dias foi ouvir as bases, correligionários, amigos políticos, etc., daí começou o trabalho árduo para a campanha de retornar a prefeitura de Feira de Santana, reuniões, conversas, acordos políticos, conseguindo reunir em um palanque as forças políticas da Princesa do Sertão, João Durval, Colbert, Roberto Tourinho, filho do prefeito José Falcão, Luciano Ribeiro e um numero significativo de peemedebistas históricos, não bastando toda esta força coligou com quatorze partidos políticos, grandes e pequenos, e no somatório de mais de trezentos candidatos a vereador, obteve o maior tempo de tv e radio, todos unidos contra as três maquinas de governos, municipal, estadual e federal, venceu.

Depois da vitória, mais do que justo alguns dias para refletir e descansar, ficar longe do assedio de jornalistas, repórteres e dos correligionários que desde primeira hora estava colado com o homem, sempre nos comícios, carreatas, caminhadas, beijos, abraços, danças, apertos de mãos, etc., estavam presentes e faziam de um tudo para serem vistos e posteriormente serem lembrados na hora de definir quem vai ocupar as secretarias ou segundo escalão. São homens e mulheres bons de campanha, “pau para toda obra”, sempre presentes e constantes, mas na sua maioria são despreparados para ocupar uma função de destaque no governo, currículos pobres, com pouca experiências, iniciativas e desenvolturas, que no final querem apenas uma colocação de secretario ou até um segundo escalão para levar os quatro anos “mamando nas tetas da viúva”, vejam que os salários do setor publico não são tão atraentes, muito pelo contrario, um secretario que é o cargo de maior vencimento depois do prefeito e do vice, deve receber no final de cada mês pouco mais de R$10.000,00, quando na iniciativa privada, um diretor de uma empresa que fatura mais de meio bilhão de reais por ano, é contratado por R$50.000,00 no mínimo e outros diversos benefícios.

Ai que esta a grande dificuldade do novo prefeito e seu vice, tem muito “cacique para pouco índio”.  Governantes eleitos que por diversas vezesocuparam o mesmo cargo, devem deixar o coração de lado e seguir a razão, primeiro estão os interesses do município e de toda a comunidade, escolher seus auxiliares pela competência, esquecer a política, descer do palanque, colocar no lugar certo o homem certo é o papel de um bom governante, auxiliado por profissionais competentes. Os vereadores, poucos os que tem formação universitária, foram eleitos para representar o povo, as comunidades, como secretario vai fugir o objetivo principal que é de legislar, podem até indicar alguém do seu convívio e confiança, mas que sejam técnicos preparados para exercer as funções, que fiquem namara.

Após escolhido os secretários vem o segundo e os demais, que muitas vezes são pouco necessários, ai devem ser escolhido técnicos ou funcionários de carreira que estão familiarizados com a maquina publica, estes são de vital importância para que o equipamento funcione como deve ser, tem que esta comprometido e familiarizado com o setor que vai trabalhar, os melhores profissionais estão nos seus setores é necessário prestigiar o funcionário de carreira.  Prefeitura na é lugar de cabide de emprego nem trem da alegria.

Os primeiros anos do governo que toma posse no primeiro dia de 2013 será bastante difícil, alem do repasse do FPM ter sido deduzido com a isenção do IPI pelo governo federal, a receita própria do município dificilmente terá crescimento significativo e alem disso as prestações dos empréstimos contraídos estão vencendo e são vultosas, assim deve ter cautela nas nomeações de auxiliares para que a folha de pessoal não fique bastante onerosa e os reflexo recaia sobre a população.

Um governo competente, assessorado por profissionais competentes vai repercutir fora dos limites da Princesa do Sertão, vai alem a região metropolitana, pode ir alem das fronteiras da Bahia e ai o prefeito e sua equipe com certeza terão vôos mais altos. Lembrando, “o que somos e o que temos não é necessário propagar, todos sabem”.

 

Marilton Carvalho 

Administrador de Empresas 

marilton@alicrim.com.br

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
Iau - cavalgada
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2019

2018

2017

 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia