Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você acredita no isolamento social como forma de diminuir a proliferação da COVID 19



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 22.05.2020 07:21h
Feira de Santana

Marcelo Alexandrino: "Fomos surpreendidos com o fechamento total do comércio"

 

Com o comércio fechado desde ontem, por uma determinação da Prefeitura Municipal de Feira de Santana, em razão do crescente número de infectados pelo novo Coronavírus no Município, o site Bahia na Política ouviu o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Feira de Santana (ACEFS), Marcelo Alexandrino (foto ilustração). “Fomos surpreendidos com o fechamento total do comércio por parte do Governo Municipal, principalmente após a defesa que o prefeito fez às críticas do secretário estadual de Saúde quanto à premeditação da medida. Entendemos que o comércio, de um modo geral, observa rigorosamente as determinações do Decreto Municipal quanto aos cuidados sanitários e respeito aos horários de funcionamento e não é responsável por aglomerações que foram vistas na cidade. O movimento encontra-se entre 30% a 40% da normalidade e não justifica o seu fechamento. Fechar o comércio ameaça os empregos, o que pode gerar consequências danosas à economia da cidade. Precisamos buscar o equilíbrio ente as ações, pois é necessário aprendermos a conviver com o vírus até o surgimento da tão esperada vacina”, declarou Marcelo Alexandrino.
 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
CMARA MUNICIPAL SO GONALO DOS CAMPOS
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Genesio Serafim - Loja de vete
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2020

2019

2018

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia