Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você já definiu em quem votar para prefeito e vereador em 15 de novembro?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 16.10.2020 07:45h
Campanha eleitoral

Justiça Eleitoral proíbe aparição excessiva de ACM Neto no rádio e na TV

 

A Justiça Eleitoral da Bahia determinou, na última terça-feira (13/10), que Bruno Reis, candidato a prefeito de Salvador pelo DEM, deve refazer os materiais da propaganda eleitoral, de modo a retirar do ar o excesso de aparições do atual prefeito, ACM Neto, do mesmo partido. A juíza Maria Martha de Moraes, da 2ª Zona Eleitoral, acolheu um pedido da coligação ‘Experiência, Amor e Raça’, formada pelo PCdoB e pelo PP, que apontou violação da lei na conduta de Bruno.

Segundo a legislação, os candidatos só podem destinar até 25% do tempo de propaganda para a veiculação da imagem de apoiadores que tenham potencial de propiciar benefícios eleitorais. As peças exibidas nos meios de comunicação por Bruno Reis, da coligação ‘Salvador Não Pode Parar’, extrapolam esse limite, pois se destinam a apresentar, incessantemente, os supostos feitos da atual gestão, com a intensa aparição do prefeito ACM Neto.

Com a determinação, Bruno fica obrigado a refazer todos os materiais de campanha que estão no ar, sob o risco de ter suspenso o direito à propaganda gratuita na TV e no rádio, até que a decisão judicial seja cumprida. A juíza ainda aplicou uma multa diária no valor de R$ 5 mil e limitada a R$ 10 mil, para caso de descumprimento da ordem.

Além do DEM, também integram a coligação ‘Salvador Não Pode Parar’ o PDT, o Republicanos, o MDB, Solidariedade, Cidadania, PL, PSL, PSC, Patriota, PSDB, DC, PMN e PTB.
 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Genesio Serafim - Loja de vete
 
Lindiomar - Cerveja
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2020

2019

2018

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia