Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você é a favor que haja o carnaval no inicio de 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 01.01.2021 13:16h
Rio de Janeiro

RJ: Eduardo Paes toma posse e publica 74 decretos em Diário Oficial

 
Foto Reprodução/ Tv Globo

Eduardo Paes (DEM) tomou posse, às 12h27 desta sexta-feira (1º), como prefeito do Rio de Janeiro pela terceira vez, em cerimônia na Câmara de Vereadores.

O prefeito fez o juramento e assinou o livro de posse, assim como o vice-prefeito, Nilton Caldeira (PL). Às 12h35, Paes iniciou o seu primeiro discurso como prefeito, falou por quase 20 minutos e disse que dará prioridade ao combate à pandemia e à corrupção e à recuperação econômica do município.

Antes mesmo da posse, Paes já havia publicado 74 decretos no Diário Oficial. Determinou investigações sobre o prefeito anterior, Marcelo Crivella, e determinou uma série de medidas econômicas, como a suspensão de concursos públicos.

Paes começou o discurso com agradecimentos, em especial aos vereadores Jorge Felippe (DEM) – que era presidente da Câmara Municipal e assumiu a prefeitura em dezembro após o afastamento de Marcelo Crivella, acusado de corrupção – e Cesar Maia (DEM) – ex-prefeito e padrinho de Paes no início de sua carreira política.

"A cidade exige de nós pressa, e é dessa maneira que vamos dar a resposta — e a parceria com o parlamento é fundamental para isso."

Durante o discurso, ele citou alguns decretos, como a abertura de 343 leitos para Covid-19, a criação da Secretaria de Integridade Pública, para combater a corrupção, e as medidas econômicas para "tornar a cidade solvente novamente".

"Nunca na história da cidade um prefeito recebeu de seu antecessor uma herança tão perversa: servidores esperando pagamentos que não vêm, 15 folhas de salários para este ano, um desafio fiscal colossal que alcança R$ 10 bilhões. Esse é o cenário desastroso das finanças da prefeitura", disse.

"Tenho a certeza e convicção que conseguiremos reviver essa cidade”, disse Paes.
O prefeito finalizou o discurso citando a música "Conselho", de Almir Guineto: “'Deixe de lado esse baixo astral / Erga a cabeça enfrente o mal / Que agindo assim será vital / Para o seu coração'. Para o coração dos cariocas”.

O novo prefeito é bacharel de direito de 51 anos e já governou a cidade entre 2009 e 2017. (G1/ Foto Reprodução/ Tv Globo)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Genesio Serafim - Loja de vete
 
Lindiomar - Cerveja
 
Tinga - material eletrico
 
Meio - Sindicato dos Comerciarios
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2021

2020

2019

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia