Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você é a favor que haja o carnaval no inicio de 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 21.01.2021 17:10h
Distrito Federal

DF precisa de mais 20 mil doses de vacina para imunizar profissionais da saúde

 

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal recebeu 20 mil doses a menos do que o necessário para suprir a demanda de profissionais da saúde do Distrito Federal. Segundo o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, profissionais deixaram de entrar no cálculo feito pelo Ministério da Saúde para esta primeira fase de vacinação. (Foto ilustração)

Inicialmente, a pasta informou que faltavam 40 mil doses. Entretanto, a informação foi corrigida pela assessoria de comunicação e o número atualizado para 20 mil.

Segundo Okumoto, o caso já está sendo tratado com o governo federal. “Já estivemos em reunião para resolver esta demanda”, disse.

O secretário esteve presente na inauguração do Hospital de Campanha de Ceilândia na manhã desta quinta-feira (21/1).

Hospital de campanha

Inicialmente, o hospital vai atender apenas pacientes com coronavírus, considerando que Ceilândia é a região administrativa com mais casos da doença no DF. Serão 60 leitos, sendo 20 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 40 de enfermaria. Dezenova pacientes chegaram no fim desta quarta-feira e estão em tratamento na enfermaria da unidade. A UTI segue sem pacientes.

Após a pandemia, o GDF estuda dar outra destinação ao local. Uma das ideias é transformá-lo em um hospital materno-infantil. A decisão será tomada depois que for concluído um parecer técnico sobre a nova destinação. (CB)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Genesio Serafim - Loja de vete
 
Lindiomar - Cerveja
 
Tinga - material eletrico
 
Meio - Sindicato dos Comerciarios
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2021

2020

2019

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia