Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você é a favor que haja o carnaval no inicio de 2022?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 28.01.2021 09:34h
Cidade de São Paulo

Prefeitura de São Paulo publica decreto que autoriza volta às aulas em fevereiro

 

A prefeitura de São Paulo autorizou a reabertura de escolas e o retorno às atividades presenciais nas instituições a partir de 1º de fevereiro. O decreto que regulamenta e permite a volta às aulas foi publicado no Diário Oficial do município desta quinta-feira (28) – o anúncio havia sido feito no dia 14 de janeiro. (Foto ilustração)

Os critérios que permitem a reabertura das escolas, publicados em decreto desta quinta, permanecem os mesmos que foram ditos na coletiva de imprensa da gestão municipal no início do ano. A rede municipal terá o retorno do ano letivo após o período de adaptação de professores e das escolas, que deverá ocorrer em 15 dias.

A rede privada poderá optar em retomar suas atividades no dia 1º ou aguardar para iniciar simultaneamente com a rede pública no dia 15.

A capacidade máxima para o recebimento dos alunos para as atividades presenciais deverá ser de 35%. Professores com mais de 60 anos ou com comorbidades não vão retornar às aulas presenciais, por fazerem parte do grupo de risco da Covid-19. A rede pública e a rede privada deverão seguir o mesmo protocolo para o retorno às aulas.

De acordo com o decreto, bibliotecas e laboratórios, refeitórios e cantinas, atividades esportivas e espaços administrativos já poderão reabrir, desde que respeitando os protocolos sanitários e regulamentações das gestões municipal e estadual.

O governo do estado de São Paulo também decidiu adiar o retorno do ano letivo presencial para a rede estadual, inicialmente previsto para o dia 1º de fevereiro. O novo calendário prevê o início em 8 de fevereiro, mas as escolas já estarão abertas na semana anterior para acolhimento e auxílio dos alunos.

Outra mudança estabelecida pela Secretaria de Estado da Educação é a não obrigatoriedade presencial dos alunos nas fases laranja e vermelha do Plano SP. Atualmente, 10 regiões estão na fase laranja, incluindo a capital paulista, e outras sete estão na fase vermelha. (CNN) 

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
 
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Genesio Serafim - Loja de vete
 
Lindiomar - Cerveja
 
Tinga - material eletrico
 
Meio - Sindicato dos Comerciarios
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2021

2020

2019

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia