Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Você é a favor da terceira dose de vacina contra a covid - 19?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 30.01.2021 07:45h
Internacional

China executa ex-banqueiro condenado por desvios de R$ 1,5 bilhão e bigamia

 

Lai Xiaomin, o ex-presidente da China Huarong Asset Management Co, empresa estatal de gestão de ativos financeiros, foi executado nesta sexta-feira (29) após ser condenado por suborno em um tribunal em Tianjin. As informações são do jornal estatal Diário do Povo. (Foto ilustração)

Além das acusações de corrupção, o banqueiro também foi condenado pelo crime de de bigamia.

Em um dos casos de corrupção de maior destaque na China, Lai foi considerado culpado de receber ou solicitar subornos totalizando 1,79 bilhão de yuans (cerca de R$ 1,5 bilhão) de 2008 a 2018, quando era um regulador bancário sênior.

Ele foi sentenciado em 5 de janeiro pelo Tribunal Popular Intermediário Secundário de Tianjin, por ordem do Supremo Tribunal Popular da China. Segundo o jornal, antes da execução o banqueiro se encontrou com seus parentes próximos.

O "serviço meritório significativo" de Lai não foi suficiente para lhe render uma punição mais branda, dados os "fatos, natureza, circunstâncias e o grau de dano à sociedade" causados por seus crimes de suborno, disse o Diário do Povo, citando a decisão do Supremo Tribunal .

O presidente Xi Jinping lançou uma campanha anticorrupção quando assumiu a liderança do Partido Comunista no poder no final de 2012. Centenas de autoridades foram processadas desde então.

Lai foi expulso do Partido Comunista em 2018. (CNN)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 


 
 
 
 
Facebook
 
 
 
 
BAN CAF CULTURA
 
Livro do jornalista Jnio Rego
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Genesio Serafim - Loja de vete
 
Lindiomar - Cerveja
 
Tinga - material eletrico
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2021

2020

2019

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia