Bahia na Política por Jair Onofre
 

 
 
 

Deve ser proibido o uso de celular nas escolas?



Parcial
 
 

Entrevista: Empresário Flávio Rocha
“O Estado gasta com privilégios e falta o essencial”

Empresário bem sucedido, dono da rede de lojas Riachuelo, uma das maiores do Brasil, o pré-candidato à presidência da República Flávio Rocha (PRB) esteve em Feira de Santana. Em um encontro conturbado com empresários, já que sua palestra não passou de 15 minutos, falou sobre direita e esquerda e “nós contra eles”. Antes da palestra, em entrevista coletiva à imprensa, disse que o momento é de parceria dos que produzem, geram riquezas e empregos e que pagam a conta desta gigantesca farra estatal. Ele entende que próxima eleição, que é a mais importante da história do Brasil, pelo menos no período pós-democratização, é um conflito avesso a todos esses conflitos artificiais que foram gerados e que uma pequena elite da aristocracia burocrática puxa a carruagem que está em cima. Ou seja, “os conflitos do que produzem e os que parasitam na máquina estatal”.

Leia Mais

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
Enviado por Jair Onofre - 27.02.2021 09:00h
Imbróglio do aumento dos combustíveis

Preços do diesel e da gasolina têm defasagem média de 8% ante mercado externo

 

A Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom) informou nesta sexta-feira, 26, que apesar dos recentes aumentos do diesel e da gasolina, esses combustíveis continuam com defasagem em relação aos preços internacionais, de 8% em média. De acordo com levantamento da entidade, o preço médio da gasolina deveria ter um reajuste de R$ 0,21 e o do diesel, de R$ 0,23 para viabilizar importações. (Foto ilustração)

A pior situação, segundo a Abicom, é do Porto de Itaqui, onde o preço dos combustíveis são negociados com defasagem de 10%. A menor defasagem foi registrada no Porto de Santos, de 7%.

A dúvida é se a estatal fará novos aumentos antes da saída do atual presidente, Roberto Castello Branco, que perdeu o posto justamente pelos recentes aumentos desses combustíveis no mercado brasileiro, considerados excessivos pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

"Hoje só temos incertezas", disse o presidente da Abicom, Sérgio Araújo, que representa os pequenos importadores.

Na quinta-feira, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco fez questão de aparecer nas teleconferências da companhia para comentar o resultado do ano passado com uma mensagem subliminar escrita na camiseta (Mind the Gap), reafirmando o seu compromisso com a paridade de preços.

A ideia é de que quanto maior a distância dos preços internacionais, maior o prejuízo para a estatal. A expressão é um clássico no metrô londrino, devido à sua ampla repetição.

Segundo ele, a frase foi o lema dos planos estratégicos da companhia, que tinham como base a equiparação dos preços com o mercado externo a fim de sustentar os investimentos. (estadão)

 
Comente Sem Comentários
 
 

Comentários:

 
Sem comentário para essa postagem!
 

Comente:

 

Nome:

Comentário:

 
 

 

 
 
 
 
 
 
Pazzi Povo FM
 
Jair Onofre - Alvorada Sertaneja
 
Tinga - material eletrico
 
 
TWITTER
 
LUCY REGE
 
 

2024

2023

2022

 
 
    Bahia na Política © Todos os direitos reservados.
www.bahianapolitica.com.br E-mail: contato@bahianapolitica.com.br
RSS
by M9 Design e Tacitus Tecnologia